Buscar
  • Paulo Ricardo Cardoso

O que é um discípulo de Cristo?


Tenho visto, no decorrer dos anos, muitas teorias sobre o que é um discípulo de Cristo. Alguns dizem que discípulo é aquele que ouve, crê e pratica tudo o que a bíblia ensina sobre a vida. Outros dizem que discípulo é aquele que decidiu se submeter ao senhorio de Jesus. Outros afirmam que discípulo é aquele que luta contra o pecado e ama a obediência ao Senhor acima de todas as coisas.

Há algum tempo atrás, li um livro do John F. MacArthur, Jr., intitulado O Evangelho Segundo Jesus. Nesse livro, MacArthur expõe com bastante facilidade a sua visão sobre o senhorio de Jesus na vida de um discípulo. Gostaria de publicar um trecho desse livro:


A “grande comissão” do Senhor era que se fosse por todo o mundo e se fizesse “discípulos...ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado” (Mt 28:19-20). Esta é a missão da igreja; e o objetivo da evangelização é fazer discípulos. Discípulos são pessoas que crêem, cuja fé os leva a obedecer a tudo o que Jesus ordenou.

Quando Jesus chamava discípulos, Ele os instruía cuidadosamente quanto ao custo de segui-lo. Pessoas de coração dúbio, que não estravam dispostas a se comprometerem com Ele, não O seguiam. Desse modo Ele afastava os que relutavam em pagar o preço, como no caso do jovem rico. Ele advertia a todos os que pensavam tornar-se discípulos a que calculassem o preço disso cuidadosamente.

Discípulo não é quem simplesmente faz um “seguro contra incêndio”, como quem se alista para fugir de uma vida pós-morte-desagradável. Discípulo é alguém cuja fé se expressa em submissão e obediência. Discípulo é alguém que segue a Cristo, que está inquestionavelmente comprometido com Cristo como seu Senhor e Salvador; alguém que deseja agradar a Deus. Seu objetivo é ser EM TUDO um discípulo de Jesus Cristo. Quando peca, busca o perdão e dispõe-se a continuar avante. Este é o seu espírito e o seu caminhar.

O chamado ao discipulado exige explicitamente esse tipo de dedicação total. É um compromisso pleno, sem que nada fique deliberada ou intencionalmente retido. Ninguém pode vir a Jesus a não ser nestes termos. Os que pensam poder simplesmente fazer profissão de uma série de fatos do evangelho e continuar vivendo de qualquer forma, conforme bem entendem, deveriam examinar a si mesmos e verificar se realmente estão na fé (II Co 13:5).

O verdadeiro discípulo é aquele que se compromete para toda a vida. O sentimento propagandista do tipo “Experimente Jesus”, é uma mentalidade estranha ao verdadeiro discipulado. A fé não é um experimento, e, sim, um compromisso vitalício. Significa tomar a cruz diariamente, dar tudo por amor a Cristo, cada dia, sem reservas, sem incertezas, e sem hesitação. Significa nada reter conscientemente, nada esconder propositadamente do sEu senhorio, nada manter teimosamente fora do sEu controle. Exige um doloroso rompimento de nossos laços com o mundo, o fechamento das vias de escape, a renúncia a qualquer tipo de proteção a que possamo-nos apegar em caso de haver problemas. O verdadeiro discípulo sabe que irá avante com Cristo até a morte. Tendo posto a mão no arado, ele não olha para trás (Lc 9:62).

É assim quando você se decide a seguir a Jesus Cristo. O discipulado verdadeiro é isto.


O Evangelho Segundo Jesus - John F. MacArthur, Jr. - Editora Fiel

O verdadeiro discípulo, poderíamos dizer, que é aquele que reconheceu a sua vida de independência de Deus, foi batizado, tem se submetido ao Senhorio de Jesus, obedecendo-o e agradando-o em toda a sua vida. É aquele que luta contra o pecado, ama a justiça, não se identifica com o mundo, vive em plena harmonia com a igreja, se submete a conselhos, reconhece autoridades delegadas na igreja e busca, em sua vida prática, no dia a dia, ter um caráter que pareça com Cristo. Só isso!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Despertar